E-I;C-3;Ato III

 

Episódio I

Capítulo 3

Ato III

#Holopedia Galáctica Online…Search Engine Ready#

[Setuagésimo Sétimo dia do reinado da Imperatriz Amidala]

#NewsTicker: Armada do Blue Shard se aproxima de Coruscant – Milhares de pessoas fogem, causando Caos no sistema. #

[Coruscant #Capital do Império Kryptonian-Coruscanti – Sofrendo com enorme êxodo populacional#– Dia]

Ruminações da Imperatriz Amidala, Parte I

77 dias… 77 dias haviam se passado desde que Helena Amidala #Naboan; Política Legendária# havia assumido o trono de Coruscant, e por tabela, do território do Império Kryptonian-Coruscanti. A ex-rainha de Naboo e chairwoman do círculo interno do Império havia sido indicada como sucessora por Superman #Kal-El, Clark Kent; Kryptonian; poderes sobre-humanos em presença do sol amarelo# e Lois Lane-Kent #Coruscanti; Mestra da Força, Guerreira de Elite#, ao que os dois estavam abdicando para reativar a Justice League. E agora, 77 dias depois, o império sob seu comando estava dilapidado e a beira de uma guerra civil.

Desde que seu Executor, Darth Warlock#Vynn Nuruodo Dox; Chiss-Zodian; Mestre da Força, Tenebrosidade, Intelecto Nivel 12#, havia deposto o primeiro dos governadores kryptonians, sob alegações de nepotismo e corrupção, no terceiro dia de seu mandato, a tensão entre o Trono em Coruscant e o Conselho em Krypton se intensificou. Naquele mesmo dia ela ouviu as primeias vozes demandando sua renúncia… Mas Helena era uma mulher forte. Ela havia sobrevivido duas guerras ainda em seu tempo como Rainha de Naboo, dezenas de tentativas de assassinato e centenas de combates. Como Chairwoman do Império, ela enfrentou milhares de horas dos debates mais estenuantes e sórdidos nos halls e na arena do Parlamento Galáctico. O prospecto de uma luta desigual contra uma raça de semi-deuses não lhe assustava.

Mas a Imperatriz Coruscanti admitia aos mais íntimos que ela podia seguir sem o drama pessoal que tomava conta de sua vida…

75 dias desde que a primeira demanda pela renúncia de Amidala ao trono de Coruscant veio do Conselho de Krypton. Primeiro, Sua prima caçula, sua melhor amiga e fiel companheira desde que ela veio para Coruscant, se envolveu com o seu Executor, que literalmente quebrou o coração dela ao formar um leque de amantes. Se não fosse of ato dela ter sido pega naquela distorção espacial e se transformar em Power Girl #Feh Zor-L Naberrie; Naboan-Kryptonian; Poderes Super-Humanos na Presença do Sol Amarelo#, e ter ido a forra com o salafrário ela mesma, Helena certamente teria castrado o miserável.

Mas aquele dia que transformou Feh em uma super-heroína também foi o início de uma série de eventos que transformou outras pessoas que ela conhecia em super-seres: Allan Al-Lugger e Tamires Darklighter foram pegos na mesma distorção espacial que feh e foram transformados em Darknight #Allan Drake Al-Lugger; Força-Sensitivo, Guerreiro de Elite, Estrategista de Elite, Intelecto Nível 10# e Wonder Girl #Tamires Troy Darklighter; Amazona-Tatooinean; super-poderes místicos#. Josefa Tiik, que estava em Yoben, sofreu o mesmo encontro e se transformou em Rocket Red II #Josefa Mikoyan Tiik; Twi’Lek; super-engenharia, traje de combate ultra-avançado#. Dias depois, foi a vez de Carol Isaard, que se transformou em Terra #Carol Atlee Isaard; Tatooinean-Stratan; fisiologia sobre-humana, Geocinésia Legendária#, e este evento trouxe ainda outra surpresa para Helena…

Terra e Power Girl eram amantes na realicade de onde elas eram, e uma vez que elas estavam fundidas em Carol e Feh, respectivamente, Amidala teve de lidar com o fato de que sua prima e a ex-sacerdotisa eram agora amantes… Claro que a forma como ela descobriu, flagrando as duas aos beijos e abraços num quarto de hospital foi extremamente chocante para Helena, que aliada ao fato de que ela estava lidando com a culpa de ter mandado Carol para uma missão suicida, ela reagiu muito mal à agressividade de Darth Warlock, que estava em cólera ao descobrir que sua ex-namorada e sua ex-amante tinha sido envolvidas em uma situação mortal. Infelizmente, sobrou para Green Arrow #Oliver Queen; Alderanian; Guerreiro Legendário, Precisão sobre-humana, reflexos sobre-humanos, Arco#, que ingenuamente tentou apartar Amidala e Warlock na discussão deles, e uma vez mais, tentou horas depois discutir com uma extremamente estressada Imperatriz, que literalmente jogou na cara dele o fato dos dois estarem mantendo um relacionamento secreto.

Naquela noite, Helena bebeu demais, e ao que a oportunidade se apresentou, ela terminou seduzindo e levando para a cama o Lorde Sith, o homem que era o ex-namorado infiel de sua prima, o manipulador maquiavélico que dissipou a influência Kryptonian no Império e o homem que, por mais que todos ao seu redor e seu lado racional lhe dissessem que não era de confiança, ela confiava sua vida e a vida de bilhões de seres diariamente. Aquela foi a primeira vez (e a única delas que ainda fazia a Imperatriz ficar levemente corada de lembrar seu lado depravado e amoral que seu Executor havia feito aflorar nela) que ela havia comandado o Sith em seu leito.

O Affair entre os dois, diferente do seu longo romance com Ollie, não permaneceu secreto mais que uma manhã… Mas daí, o Conflito com Krypton já estava em curso, e por mais criticada que ela pudesse ser, ela e Warlock haviam sido competentes o suficiente para alinhar os interesses dos opositores dela com o status quo do trono, garantindo assim que nem o mais arrogante e teimoso de seus críticos se opusesse abertamente contra a Imperatriz em favor do Conselho. Mas ainda que o seu lugar no trono estivesse assegurado, a sua vida pessoal estava em completo desarranjo.

Ollie havia retornado no mesmo pé que ele foi ao saber, por meio de Brianna Whiteridge #Naboan; Força-Sensitiva, Elite de Segurança# , que havia falhado miseravelmente no intento dela de beber até esquecer que tinha visto a Imperatriz e o Executor na cama, e acidentalmente fofocou o ocorrido com Power Girl, Terra, Wonder Girl, Darknight, Jimmy Olsen, Chloe Sullivan, Red Rocket II, Paulo Jinn, Black Canary, Superman, Lois Lane, Miss Lane, General Fel-Ix, Darth Lumiya, Green Arrow, Batman, Wonder Woman, Red Rocket, Hawkwoman, Flash e praticamenter todo outro imortal em sua lista de contatos, pelo holocomm. O único motivo pelo qual Amidala não a despediu de imediato foi por que a pobre Guarda-Costas foi parar no hospital em coma alcóolico, e isso por sí só fez o sentimento de culpa dissipar a idéia da mente de Helena.

A idéia passou ainda mais uma vez pela cabeça da Imperatriz quando ela teve de lidar com toda Justice League e toda Justice Society, especialmente com Green Arrow e Wonder Girl completamente irados e com sede de sangue… Helena se arrependeu de não ter mandado seu Executor para outro planeta ao invés de permitir que ele ficasse ao seu lado para confrontar seus amigos, mas o lado feminino dela sentiu-se agraciado, por uma vez na vida ter ao seu lado um amante disposto a enfrentar céu e inferno ao lado dela, quaisquer que fossem as consequências, e o Criador era testemunha de que ela precisava daquele fio de segurança…

A situação não ficou boa quando os ataques verbais de Wonder Girl, Batman e Ultraboy, unidos a ira de Ollie, confrontaram o ego arrogante e cínico de Darth Warlock, que para piorar as coisas distorçeu a história, dando a entender que ele havia seduzido à ela, Helena, e nào o contrário. Felizmente, Feh e Carol acreditaram na palavra dela, e para grata surpresa de Amidala, a defenderam com veemência. E o suporte delas foi vital quando a agressão passou do verbo para os punhos, com uma vez mais, Wonder Girl, a amazona de sangue quente, partindo para a ação… foi a desculpa que Ollie esperava, ao que ele também atacou o Sith, que ainda que fosse discípulo de Olsen, não era o Grão-Mestre… Warlock foi atordoado por Green Arrow, que em sua ira, deixou escapar o affair entre o Arqueiro e a Imperatriz, e foi nocauteado por Wonder Girl, que o socou por duas colunas e a parede…

Daquele momento em diante cada evento que aconteceu foi apenas mais combustível para fazer arder a ira de Helena Amidala: Quando ela foi verbalmente atacada por Wonder Girl, que por sua vez foi confrontada por Wonder Woman, que não aceitou o comportamento imaturo dela; quando ela foi confrontada por Green Arrow e criticada por praticamente todos na sala salvo Power Girl, Terra, Rocket Red I e II e Darknight; quando Terra atacou verbalmente Wonder Girl e foi atacada por ela; quando Power Girl perdeu a calma, esmurrando Wonder Girl por 6 paredes, 18 colunas, 4 naves de transportes e dois kilômetros e meio de distância; Quando Ollie a confrontou, exigindo saber o que ela tinha a dizer em defesa própria e o grande estopim de tudo, quando Superman, Lois Lane, Batman e Wonder Woman, os quatro mais importantes ícones da galaxia, tentaram ser compreensivos e piedosos com ela….

Nunca cometa o erro grave de sentir pena da Imperatriz Galáctica, foi o que muitos dos que presenciaram o que veio a seguir pensou em retrospectiva, ao que a Imperatriz Helena Amidala, em seu terceiro mandado no poder Moderador, depois de duas décadas de serviço público, duas guerras civís, quatro levantes armados, duas crises políticas intergalácticas e incontáveis serviços à galáxia, deixou a compostura amena, polida e nobre de lado, tirou as papas da língua e encenou o mais ferino, malevolente, impiedoso, cruel, violento e ofensivo monologo já registrado na história do Palácio Imperial de Coruscant. Entre heróis, imortais, nobres, plebeus, homens e mulheres, somente meia duzia de felizardos escapou das bombas lançadas pela Imperatriz Coruscanti, que em poucos minutos e com um impressionante e escabuloso vocabulário deu uma prova irrefutável do por que ela era a Imperatriz…

Foi a única vez para a maioria, e uma das pouquíssimas vezes para uns poucos veteranos, que um indivíduo, sem super-poderes e sem imortalidade fez Superman, Wonder Woman e Batman recuarem, e a única vez que todos tivessem conhecimento, que o mesmo dido indivíduo colocasse dois times de super-heróis, e todo o primeiro e segundo escalão de um dos mais poderosos governos galácticos no seu devido lugar (figurativamente falando) com apenas um olhar… Infelizmente para Ollie, ele ainda abriu a boca, uma última vez (para se desculpar e dizer a ela, Helena, que ele a amava, mas ainda assim, um erro grave da parte dele) e recebeu uma recusa tão fria que fez até o mais desafortunado dos seres sentir pena do Arqueiro… Amidala chorou aquelas palavras a noite, sozinha em seu quarto, mas a tristeza da mulher foi o preço a pagar pela vingança da Soberana…

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em FW 1.0

2 Respostas para “E-I;C-3;Ato III

  1. Helena

    kkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!Morri com a parte da guarda-costas bebum!!! :)Meu Deus!!!Muito boa essa narrativa dos fatos ocorridos… com flash backs e relatos legais… adorei essa parte!

  2. Helena

    Eu sabia que Woder Girl ia levar um Cala-a-boca de PeeGee!!! kkkkkkkkkkkkkkk!!Bem feito!Partiu pra cima até da Imperatriz! 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s