E-I;C-2;Ato V-e

 

[Ato V-e]

[Fora do Tempo e lugar Comum]

Cientistas por toda a galáxia e por todas as eras sempre discutiram a natureza do tempo e das quatro dimensões. Com a descoberta do Hiperespaço, de Wormholes, Blackholes e outras anomalias espaciais, a discussão sobre a relatividade do tempo e espaço sempre foram motivos de estudo e de pesquisa. Contudo, nenhuma das pesquisas que Vynn Nuruodo Dox #Darth Warlock; Chiss-Zodian; Mestre da Força, Tenebrosidade, Intelecto Nível 12# havia absorvido da Holopedia da Cavalaria Imperial o havia preparado para a pocket dimension onde ele agora estava #Zero-Quantum Zone#, e onde ele havia estado pelas últimas 30 horas, tempo local, equivalente a pouco mais que alguns centésimos de segundo na dimensão real. Mas mesmo aqui o tempo era relativo. Em alguns momentos, dependendo do que Sev’Rance #BRAINIAC Software; Super-capacidade de processamento#, o computador vivo criado por seu pai e adaptado por sua mãe depois da morte dele.

Depois de contar ele toda a história de sua família e suas origens, Sev’Rance passou ao Chiss #Raça Humanoide proveniente de Csilla, Unknown Regions; habilidade latente de manipular sombras (Tenebrosidade)# da mesma maneira que ele havia absorvido o conteúdo da Holopedia da cavalaria, o conhecimento estratégico, político e artístico passado de geração em geração entre sua linhagem Nuruodo, e o conhecimento científico acumulado por gerações de Coluans #Raca humanoide proveniente de Colu, Unknown Regions;Super-intelecto# e extraído de Brainiac #Vril Dox Sênior; Coluan; Intelecto Nível 12, Telepatia Legendária; Procurado em 12.356 Sistemas Planetários#. Contudo, o mais precioso dom que lhe havia sido dado tinha vindo de seu avô Dark Heart #Ghen’Doh’Nuruodo; Chiss; Mestre Legendário da Força, Manipulação de Sombras, Tenebrosidade, Guerreiro Legendário; Procurado em 56.612 Sistemas Planetários#, o conhecimento profundo da Força Unificadora, acumulado e passado por ele através dos holocrons escondidos nos diversos nodes que compunham o sistema BRAINIAC de Sev’Rance.

  • A passagem deste conhecimento a você conclui o cumprimento da diretiva deixada por sua mãe, Vynn Nuruodo Dox. – Sev’Rance falou – contudo, o conhecimento acumulado por mim desde seu nascimento até agora não faz parte desta diretiva. Você deseja aprender mais?

  • Chega de lições, Sev’Rance. – Dox falou – E você não precisa usar meu nome todo.

  • Muito bem, Vynn Dox. – O computador vivo falou.

Ele olhou para suas mãos, considerando todo o poder, bruto e intelectual que ele possuia, e falou:

  • Qual o status dos presentes na Catedral? – Ele perguntou.

Ao redor dele, a infinidade branca deu lugar a um cenário estático, parado no tempo. Ele os Cavaleiros Imperiais, a liga da Justiça, os Jedi, Zodians, Luthors e a si mesmo, ao seu redor. Sev’Rance assumiu uma forma menos etérea ao seu lado, ao que o Chiss pacientemente caminhou ao redor do prédio, passando por entre as pessoas que estava intangíveis ao toque.

  • O cenário não está completamente detalhado pois o prédio não possui muitos sensores e eu tive de fazer a renderização baseada unicamente nos sensores avançados de seu traje. – Sev’Rance falou

Dox parou, examinando as expressões dos presentes; ele viu as lágrimas na face de Feh, e ele notou os olhos úmidos de Amidala. O Chiss teve um prazer secreto em notar a postura taciturna de Wayne ser quebrada e a raiva dele transparecer ainda que tivesse sido as custas de seu próprio bem-estar físico. Ele ainda notou, mais atrás, em uma posição mais discreta, o olhar determinado de Isaard, e a mão dela no lightsaber, e seus dedos dedilhado as lâminas ocultas nos bolsos ocultos de sua roupa. Ele sabia que a Tusken ainda estava ligada a ele pelo juramento, e que ela estava pronta a intervir, mesmo que isso significasse a morte certa.

Ele se deteve frente à seu Mestre, que estava impassível, sereno, completamente destoante dos demais… Jimmy Olsen #Bastionian; Legendário Mestre da Força, Legendário Guerreiro# sabia. Ele sabia de tudo. Seu mestre estava só esperando pela reação que ele sabia que viria. Não foi a toa que ele havia lhe dado o cristal. O Grão-Mestre sabia o que iria acontecer, e de certa forma, Vynn sabia que ele estava contando com isso. O Chiss notou algo mais diferente na projeção de seu mestre. Ela era mais vívida do que as outras, e o Chiss arregalou os olhos ao notar uma minúscula gota de suor rolar pela face do Grão-Mestre, e Jimmy então parou de fingir e fez uma careta:

Boooh!! – Olsen disse, fazendo seu pupilo pular de susto e colocar um bom metro de distância entre os dois, caindo no chão no processo.

De imediato, Jimmy gargalhou, levando uma mão ao abdome e outra apontando para o Chiss:

  • HAHAHAhhh – Jimmy riu – Você precisava ver sua cara, pupilo! AHAHAAHAH!!

  • Você sabia!! você sabia de tudo e você não me contou?!!! – Vynn reclamou, irado.

Jimmy tentou se conter, e ele fez uma menção de se sentar. Para a surpresa do Chiss, uma cadeira se formou atrás do Grão-Mestre, que não agiu surpreso. O Sith levantou-se, e olhando para seu mestre, ele falou:

  • Pelo visto você é bem versado nos comandos da Zero-Quantum Zone – O Chiss falou, sarcástico.

  • Eu aprendi uma coisa aqui, outra ali… você sabe como é – Jimmy falou, fazendo um gesto para que outra cadeira aparecesse – sente-se, Vynn. Nós temos que falar.

O Chiss olhou para seu Mestre, que estava sério uma vez mais. Ele sentou-se na cadeira, e olhou para o Grão-Mestre, que falou:

  • A quanto tempo você está aqui? – Jimmy perguntou.

  • Provavelmente pouco mais de 28 horas – O Chiss respondeu.

  • Trinta Horas, vinte e seis minutos e quarenta segundos. – Sev’Rance o corrigiu.

Jimmy olhou para Sev’Rance curioso, e falou:

  • Somente isso? – Olsen perguntou. – E você já compartilhou todo ele o conhecimento deixado por Misa #Yuh’Mizzah’Nuruodo’Dox; Chiss; Mestra da Força, Mestra de Tenebrosidade#?

  • Vynn Dox possui uma incrível capacidade de absorver informação. – Sev’Rance falou – Eu precisei de vinte e nove horas e vinte e dois minutos para cumprir minha diretiva primária.

  • Isso é extraordinário – Jimmy falou. – Você é super-dotado como sua mãe, pupilo.

O Chiss não falou nada, mas ele sabia da história entre seu mestre e sua mãe, antes do Império, nos tempos da velha república, quando ele era um Jedi e ela, a consorte de um dos maiores inimigos da república. Por mais entristecido que Dox fosse pelo fim trágico que sua mãe teve, e a infância que lhe havia sido negado em nome de sua própria segurança, ele encontrou consolo no fato de que ela foi verdadeiramente amada e feliz no pouco tempo em que ela e seu Mestre estiveram juntos.

  • Você sabe. – Jimmy constatou – Sobre sua mãe e eu.

  • Sim, eu sei. – Vynn falou – Chloe sabe?

  • Ela sabe sobre Misa, mas ela não sabe que você é filho dela. – Olsen falou. – Eu tinha de manter você seguro, e eu não podia colocar o peso deste segredo sobre os ombros dela.

  • Ela o amou, com tudo que ela tinha. – O Chiss falou, não se referindo à Rainha de Naboo.

  • Assim como eu a amei. – O Grão-Mestre falou – Eu estava pronto para abandonar a Ordem e passar o resto de minha vida com ela. Talvez, se eu tivesse tomado essa decisão antes, ela ainda estivesse viva.

  • Não era isso que ela queria. – O Chiss disse – Ela só pediu o que você podia dar a ela, e você deu a ela o seu amor.

Dox observou em silêncio ao que o Grão-Mestre olhou pensativo para Sev’Rance. Ele sabia que o programa tinha uma projeção visual bem parecida com a sua mãe. Finalmente, Jimmy se levantou, e falou:

  • Chega que pensar no passado. – Olsen disse – Você recebeu o conhecimento de sua família.

  • Sim, eu recebi, e eu pretendo usar o que eu puder contra Lex Luthor. – Dox falou, com um tom sombrio.

Jimmy se aproximou do seu pupilo e olhando para Sev’Rance, ele disse:

  • O lacre genético tem que ser quebrado para que ele possa atingir todo o potencial dele. – Jimmy falou

  • Quebrar o lacre vai me fazer um Chiss completamente. – Vynn falou – Isso vai causar surpresa e levantar perguntas.

  • Chiss-Coluan, geneticamente falando. – Jimmy disse. – E quanto a perguntas e tudo mais, o seu super-cérebro vai encontrar as repostas mais adequadas para deixar todos satisfeitos, ou pelo menos, menos curiosos.

  • Será necessário 45 segundos no plano real para causar as mudanças. – Sev’Rance falou – E elas ocorrerão de forma violenta e dolorosa.

Dox olhou para Sev’Rance, e para Jimmy e falou:

  • Eu posso aguentar. – O Chiss falou.

  • Eu sei que você pode, Vynn. – Jimmy falou – Contudo, você vai ter que fazer mais que isso.

  • Mais? – Dox perguntou…

  • Deixe me contar uma história… – Jimmy disse, com uma expressão de conspiração – Que vai lhe explicar por que você e os outros Zodians estão no chão em dor, e por que o Conselho Kryptonian é tão nocivo quanto os Luthors, e então você me mostra exatamente o que você pode fazer….

Anúncios

1 comentário

Arquivado em FW 1.0

Uma resposta para “E-I;C-2;Ato V-e

  1. Helena

    Essa parte foi uma das minhas favoritas, o recurso de estar fora do tempo e do espaço foi perfeito!Ele passeando entre as pessoas foi uma imagem linda! Bem visual mesmo essa parte!E Jimmy, heim?! Sabia de tudo!E isso: "Deixe me contar uma história… – Jimmy disse, com uma expressão de conspiração – Que vai lhe explicar por que você e os outros Zodians estão no chão em dor, e por que o Conselho Kryptonian é tão nocivo quanto os Luthors, e então você me mostra exatamente o que você pode fazer…."Jimmy conspirando contra o conselho Kryptonian?!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s