E-I;C-2;Ato III-i

 

[Ato III-i]

[Yoben – Crepúsculo da Tarde.]

No Catamarã ancorado ao longon dos atóis de Yoben, Igor Katarn, Mestre Jedi de Kuat, observava o belo por-do-Sol no planetas paradisíaco… Sua esposa (do ponto de vista dele, qualquer cerimônia agora era mera formalidade, dado o fato que ele e sua amada Amazona eram agora um em comunhão) Diana Troy (Wonder Woman) estava repousando na suite dela, após o que ele podia apenas descrever como o primeiro momento de uma nova vida, como novos propósitos, e determinação renovada. Diana havia lhe aceito, fazendo sacrifícios inimagináveis em nome do amor que ela lhe sentia, e ele estava cada momento mais determinado a fazer o mesmo por ela, mesmo que isso significasse enfrentar o Conselho Jedi, a liga da Justiça e o Consórcio Thesmycira-Hapes por sua esposa.

O Jedi foi interrompido em suas ruminações ao que ele notou as portas duplas da suíte atrás deles se abrirem, revelando Sir Dimitri Pushkin (Rocket Red), e para surpresa de Katarn, ao fundos do quarto, na cama de Sir Pushkin, as formas adormecidas das Mestras Jedi Lana Vol’Tey Kenobi e Roma Al’Mundi. Dimitri notou o olhar surpreso do Kuatian, ao notar as duas beldades Jedi, cobertas apenas pelos lençois, com a Twi’Lek abraçando a Renatasian, que estaba abraçada a um travesseiro. O Herói Soviete fez um sinal para que ele não falasse nada, e com cuidado, feixou a porta, afastando-se dela e falando em voz baixa:

  • Arrr..Eu tive de rrrre-arrrrrrranjar a posição delas parrra que elas não desperrrrtassem. – Dimitri falou. – Elas prrrecisam descansarrrr…

  • As duas, Sir Dimitri?! – Katarn falou surpreso, mas não chocado – Sério?

Pushkin passou seu braço pelo ombro do Jedi, que perto do gigante Soviete, parecia um menino, e falou:

  • Arrr, Mestrrre Katarrrn – O Veterano falou, dando um aperto de urso no Kuatian – Parrrra um velho Bantha como eu, a oporrrrtunidade de estarrr como duas damas divinas como suas camarrrradas Jedi não ocorrrrre semprrrre. Então, eu tenho de estarrrr a alturrrra do desafio!

  • Roma é uma Twi’Lek… – Igor falou, ao que o Pushkin retirou o braço dele, depois de quase deslocar as vértebras do Jedi – definitivamente você pode chamar isso de desafio…

  • Errrr… elas me fazem sentirrr como um mancebo novamente. – Dimitri falou. – Mas e você, Camarrrrada Katarn? Você e a Prrrrincesa aprrrroveitaram o barrrco deserrrrto?

Ao que os dois continuaram andando, Igor sorriu por reflexo, e falou:

  • Definitivamente sim, Sir Dimitri. – Igor falou. – Na verdade, nós tomamos uma decisão que nós devíamos ter tomado à 10 anos atrás.

  • Errr? – Pushkin perguntou curioso – E que decisão foi esta?

O Jedi recostou-se no parapeito da embarcação, e falou:

  • Diana e eu vamos nos casar – Katarn revelou.

  • Casar? – A voz de Thiago Solo surpreendeu os dois homens.

Igor e Dimitri se viraram para o Jedi Corellian, e tomaram um susto… Thiago estava com suas roupas amarrotadas, o cabelo completamente desarrumado, algumas marcas de arranhões no braço e no peito, e a expressão de quem havia lutado por horas numa batalha, ou numa cama….

  • Thiago, pela Força, o que houve com você? – Igor perguntou, assustado…

  • Por que você não pergunta para sua ex-padawan? – Thiago falou, sarcástico…

Dimitri riu, e Katarn olhou, incrédulo, ao que o Mestre Corellian, que eswtava caminhando de forma engraçada, mantendo uma certa abertura nas pernas, e sentou-se, gemendo como um velho geriátrico na cadeira…

  • Lais fez isso com você? – Igor perguntou, ainda sem compreender o que havia acontecido.

  • Aqui, Camarrrrada Solo – Dimitri lhe entregou uma garrafa de Licor gelada – Você está prrrrecisando entrrrarrrr em forrrrma, rrrrapaz.

Thiago pegou a garrafa, bebeu um gole e colocou a garrafa entre as pernas…

  • Ahhhhhhh – ele falou, com uma cara e um sorriso demente no rosto… – Aquela menina é uma Succubus em pele de gente.

  • Pela Força, Solo, não me diga que você e Tachi foram para cama juntos… – Igor disse, horrorizado.

  • Cama, Sofá, chão, parede… – Solo falou.

  • Arrrr…. o Jovem amorrrr – Dimitri falou, com um sorriso.

  • Você se aproveitou de minha ex-pupila, Thiago! – Igor falou, indignado.

  • Ô, nada disso, Katarn. Foi sua querida ex-padawan ninfomaníaca que se aproveitou de mim… – Thiago falou, mostrando os arranhões que claramente haviam sido feitos por unhas de mulher e as marcas múltiplas de mordidas no pescoço e no mamilo – Ela me abusou. Eu fui praticamente violentado.

  • Arrrr… Jovem Tachi tem brrrrio!! – Dimitri falou, visivelmente entretido.

  • Tachi fez isso? – Igor falou, em choque.

Thiago observou ao que Katarn desabou na cadeira ao seu lado, recebendo de Dimitri também uma garrafa, que ele, com uma expressão de choque, abriu e tomou dois goles, passando a garrafa para Thiago, que tomou um gole…

  • Ela é praticamente uma criança… – Igor falou, tentando se convencer disso.

  • Não, Igor, você a vê como uma criança, mas ela é uma mulher, e uma bem geniosa. – Thiago falou, colocando a garrafa gelada sobre um dos arranhões no braço.

  • Me dá isso aqui! – Igor tomou a garrafa de volta, tomando mais um gole.

  • Errr…. Solo tem rrrrazão, Camarrrrada Igorrr. – Dimitri falou, sentando ao lado deles – Lady Tachi é uma mulherrr, jovem e sem muita experriência ainda, é verrrdade, mas uma mulherrrr.

Dimitri então olhou para Thiago e falou:

  • Agorrra, Camarrrrada Solo, você rrrrealmente prrrecisa ficarrr em forrrma se você prrretende sobrrreviver a uma dama tão… cheia de vitalidade. – Dimitri falou.

  • Com o devido respeito, Sir Dimitri, mas eu posso afirmar com orgulho que eu a ofereci cinco gols em dois tempos. – Thiago falou, recebendo um olhar de descrença de Igor, e um olhar entretido de Pushkin. – Eu estou em muito boa forma, obrigado.

  • Arrrr… isso é o que você pensa, Camarrrrada. – Dimitri falou, com um sorriso irônico.

Thiago se virou para o Soviete, que se esticou na cadeira, relaxado. Igor, tendo visto as companhias do Herói adormecidas, entendeu de imediato, e falou:

  • Sir Dimitri parece estar com a vantagem ainda, Thiago… – Igor falou – ele teve companhia dupla esta tarde.

O Corellian olhou surpreso para o Soviete, e falou:

  • Nãaaaannn…. – Ele exclamou, sem crer – Roma e Lana? Roma é uma Twi’Lek, por tudo que é sagrado!

  • Sim, ela é – Dimitri falou, entretido. – E?

  • Todo mundo sabe que Twi’Leks são insaciáveis! – Solo falou – Como que você conseguiu dar conta dela e de Kenobi? Qual foi o placar?

  • Thiago!!!!! – Igor falou, duplamente horrorizado, por ele estar tendo aquele tipo de conversa, e mais ainda, como ele estava mantendo um placar….

  • Arrr…. Um Cavalheirrro não revela cerrrtas coisas, Camarrrada Solo – Dimitri respondeu – Mas eu lhe garrrranto que os anseios das damas forrrram devidamente saciados, em excesso.

Thiago e Igor olharam para o veterano Pushkin, e Thiago falou:

  • Dimitri, você é meu ídolo! – Solo disse, quase com lágrimas nos olhos…

  • Ok, ok… menos, Thiago, menos… – Igor falou, e virando-se para Dimitri, falou – Sobre Diana e eu… Nós decidimos nos casar.

  • Você tá falando sério, Igor? – Thiago falou, já sem tom de brincadeira.

  • Sério sim, Thiago. – O Mestre Jedi falou – Nós dois cometemos o maior erro de nossas vidas 10 anos atrás, e cedemos a pressão de Hypolita e dos nossos próprios temores. Desta vez, nós não vamos cometer o mesmo erro.

  • Arrr!!! – Dimitri falou, dando um tapinha nas costas de Katarn que quase o jogou fora da cadeira. – Camarrrada Igorrrr, você e a Prrrincesa podem contarrrr comigo!! Quando vai serrr o casórrrio?

  • O quanto antes. – Katarn falou – Nós decidimos nos casar em Yoben mesmo, se nós conseguirmos achar um sacerdote que faça a cerimônia de última hora.

  • Errrr!!! Vocês estão com sorrrrte, meus jovens!! – Pushkin falou – Eu sou um sacerrrdote cerrrtificado pelo conselho trrribal de minha vila!

Igor e Thiago olharam surpresos para o Soviete, que se levantou, e falou:

  • Me dêem um dia parrra colocarrr os papéis e outrrros detalhes em orrrrdem e eu terrrei o maiorrr prazerrr em casarrrr vocês dois. – Pushkin falou.

O Mestre Jedi levantou-se, apertando a mão do Yobian, e falou:

  • Muito obrigado, Sir Dimitri, por mim e por Diana. – O Jedi falou.

  • Não há o que agrrradecerrr, Camarrrada Katarrrrn. – Dimitri falou. – Se vocês me dão licença, eu irrrei trrratarrr disso imediatamente.

Os dois Jedis viram o Herói caminhar pelo corredor, e Thiago então falou:

  • Bem, eu só posso dizer parabéns, Igor e…. demorou, malandro! – O Corellian falou, com um tom bem humorado.

  • Obrigado, Solo. – Igor falou, sentando-se de volta. – Pela primeira vez em muito tempo, eu estou verdadeiramente em paz.

  • Isso eu posso ver, meu velho. Até a sua aura está diferente….. – Solo falou, e notando que a aura do Kuatian estava realmente diferente, relaxada de uma forma não muito convencional, ele olhou desconfiado por um momento.

Katarn notou o olhar desconfiado do Corellian, sem entender por um minuto, mas ele chegou, em horror, a mesma conclusão que Solo, tarde demais para que ele não notasse, o que ficou claro ao que ele arregalou os olhos e abriu um sorriso sacana de orelha a orelha:

  • Você e a Princesa…. Rapaz!!!! – Thiago falou, levantando-se, e vibrou de emoção. – Meu brother de ordem traçou a princesa AmazonaaaaAAAAiii!!!

Igor de imediato levou a mão na ferida dele, literalmente, pegando-o pelo braço bem onde Lais o tinha cravado suas unhas, o que fez o Mestre Jedi desabar de dor na cadeira. Katarn então olhou severo para ele, e disse:

  • Olhe o respeito com minha esposa. – Igor falou, num tom que por sí só surpreendeu Solo. – Além do que, o que nós fizemos ou deixamos de fazer não é da sua conta, nem da conta de ninguém.

Thiago afastou o braço da mão do Kuatian, surpreso com a forma defensiva dele, e ele disse:

  • Ok, ok… perdão, eu me exaltei… mas ainda assim, Igor, você tem que convir que isso é motivo para celebração… – Solo falou.

  • Sim, é, mas como infelizmente você vai estar ocupado, nós vamos ter de deixar a celebração para mais tarde… – Igor disse, com um tom sombrio.

  • Ocupado? Com o qu…. oh, não!! – Thiago falou, ao sentir na Força a presença familiar de Lais Tachi vindo pelo corredor.

De imediato o Corellian se levantou, sobre o olhar entretido de Katarn, e ele falou:

  • Se ele perguntar, você não me viu! – Thiago falou, pegando sua garrafa, e correndo, de forma meio desajeitada, pelo lado oposto…

  • Thiaguinho….. – Tais falou, de forma melodiosa, ao que ela surgiu pelo outro lado do corredor, vestindo seus robes jedi. – Oh, boa tarde, Mestre.

  • Boa tarde, Lais. – Igor falou.

  • Eu encontrei com Sir Dimitri no corredor, e ele me contou. -Lais disse – Parabéns, já não era sem tempo.

  • Obrigado, minha ex-padawan, obrigado. – Igor falou.

  • Você viu Solo? – Tachi perguntou.

  • Lais, você e Solo…. – Igor falou, mas ela o interrompeu:

  • Não se preocupe, Mestre, é só atração física mesmo. – Tachi falou, com a cara mais deslavada do mundo – Mas ele me prometeu que iria treinar comigo se eu desse um descanso a ele, e ele sumiu.

Depois disso, Igor decidiu que qualquer outra coisa que ele ia falar iria ser inútil, e disse:

  • Ele seguiu por aquele lado. – Katarn falou.

  • Obrigadinha, Mestre. – Tachi falou….

O Mestre Jedi viu a jovem Cavaleira saltitar cantarolando e desaparecer por uma das esquinas do corredor, e ele balançou a cabeça em negativa, entretido com a idéia da fria que seu amigo Corellian havia se metido. Ele olhou uma vez mais para o horizonte, com espírito em paz, e decidiu voltar para a suíte da Princesa. Igor caminhou pelo corredor, vendo a porta da suite de Dimitri aberto, com o veterano e as duas Jedis, já recompostas e devidamente vestidas, conversando e rindo, e ele seguiu até a suite, onde ao abrir a porta, ele foi recebido com o belo sorriso de sua Amazona, que estava desperta e vestida em robes de banho.

Eles não disseram nada um para o outro, apenas sorriram, e sentando-se no recamiê, compartilharam um beijo tenro, que foi interrompido pelo grito de um certo Corellian, que ao perceber que havia sido traído e que tinha uma certa Alderanian na sua cola, bradou aos quatro ventos:

  • KATARN, SEU TRAIDOR, VOCÊ ME PAGA!!!! – Solo gritou

  • AH, DEIXA DE DRAMA E VOLTA AQUI, SOLO, QUE NOSSA SEÇÃO DE TREINO MAL COMEÇOU!!! – Tachi respondeu de volta.

FIM DO ATO III

Anúncios

9 Comentários

Arquivado em FW 1.0

9 Respostas para “E-I;C-2;Ato III-i

  1. Igor

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKMuito bom! Vou me casar *__*

  2. Helena

    Alguém acode o igor!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  3. Helena

    Igor, nem vai me convidar pra festa!!!

  4. Srtª Lois - Feh

    É o barco do amor! ahahahahahahahahIgor, nem vai me convidar pra festa!!! [2]

  5. Srtª Lois - Feh

    Sir Vinnie, quando eu volto à ação?!

  6. Penny

    Rapaz, esse ato III foi de tirar o fôlego!!!!! Eu estava totalmente atrasada com a leitura, e perdi muita coisa boa, aliás, boa demais, diga-se de passagem! 🙂

  7. Vinnie

    Calma, Feh, que Naberrie & Amidala voltam logo-logo…

  8. Srtª Lois - Feh

    Ainda bem Sir Vinnie!Estou enferrujando aqui! ahahahahahahah!!!! 🙂

  9. Helena

    Ainda bem Sir Vinnie!Estou enferrujando aqui! ahahahahahahah!!!! 🙂 [2]Quero voltar!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s